terça-feira, 1 de abril de 2008

Passeio da mão em fome

Passei de leve a mão em seus seios

Eram suaves e radiosos

Ela aderia ao meu toque com um ar blasé

Como se dissesse: sou linda e triste

Me conquiste!

Em seu desespero calado, nua

Contornei sua cintura

Passei a mão nas duras coxas

Alvas, serenas...

Parece que sempre estiveram ali

Esperando minha contemplação

Olhei os cabelos em cuidadoso desleixo

Deusa, quase desejo

Cheia de pureza e sabedoria

Olhos de centenas de dores

Juventude ida, íris feitas de vales

, cortados

Que me fitavam sem me ver...

A amei no primeiro instante

Como o mar ama a gaivota

Que lhe devota a vida

Perguntei então seu nome

“Camille”, ela repetia

“Camille”, de dentro de seu afeto em fome

“Camille”, de dentro do seu alabastro

Camille era seu nome...

9 comentários:

  1. bom,mas acho que poderia ter um algo mais..
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Realmente está mais pra sensual que pra pornográfico. Mas foi o que encontrei de bom aqui...

    ResponderExcluir
  3. sensualíssimo!


    uma pintura impressionista.


    muito bom.

    ResponderExcluir
  4. Sensual. Sugere. O tema é maravilhoso e Camille sempre mexe com nosso imaginário. É um personagem denso e dramático. Fascinante.

    ResponderExcluir
  5. como se não bastasse arepetição maravilhosa no final, que musicou tudo, ainda tem isso:
    gaivota
    que lhe devota

    ResponderExcluir
  6. Erotismo classudo, que excitante.

    ResponderExcluir

Néon


RockYou FXText

Porno Tube