sábado, 5 de abril de 2008

Expantando os demônios [parte 2]

Mais um gole no vinho que está acabando. Ela sentada entre as pernas encostando - se ás costas sentindo o pau ereto. O menino engole o vinho de vez, tira a camisa que cobria os seios, não tinha o problema de desabotoar o soutien ela não se dava o trabalho de usar.
Ficaram ali encostados um num outro se conectando, sem muita conversa. O que agia ali era mesmo o movimento das mãos acariciando e sugigando os seios, boca no pescoço, bunda se esfregando corretamente. A sintonia acabou quando ela se virou e sentou na outra borda da banheira, deu dois sorrisos maliciosos e começou a masturbar ele com os pés, masturbou até ele começar afundar na banheira, até haurir gemidos, até se derreter.

- Vamos pra cama – disse ela de um jeito de sair voando da banheira.

- Agora.

Saíram não se enxugaram caíram na cama ele por cima dela. Beijaram-se rapidamente, estavam suspirando pelos ouvidos, ele a sugava pra dentro, a tarde não era comum, nem o sexo. Quando ele tirou a calçinha molhada ela empurrou a cara dele entre as pernas, quando ele encaixou a boca nela fechou as pernas até ele não respirar, abriu deixou que ele tomasse um pouco de ar, depois puxou a cabeça dele novamente entrou em orgasmo nessa mesma hora, sentiu tanto prazer que descontou fechando as pernas até ele sufocar.

- to afogando, me rendo! – disse ele erguendo as mãos.

Riram demasiadamente, quem riu mais foi ela devido aos quinze minutos de chupada

- Enfia – disse ela depois de ter começado a decolar da cama.

Não agüentando mais pegou o pau dele e penetrou nela, meteu, meteu... Foi indo até ela gritar.

- chega ao útero!

Seu suor transbordava pelo rosto, a barba pingava suor que caia em cima dela, entrou cada vez mais, o sexo foi tão profundo que ela esqueçeu que estava na menopausa.

2 comentários:

  1. o ritmo ta meio atrapalhado,as cenas se rasgam uma na outra,prefiro o 1......

    ResponderExcluir

Néon


RockYou FXText

Porno Tube